Follow by Email

quinta-feira, 31 de maio de 2012

UFA!!


De acordo com o IBPT, Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, você, eu, todos nós, trabalhamos até o dia 29 de maio apenas para pagar impostos, taxas e contribuições. Só para ter uma ideia, na década de 70 precisávamos de 76 dias, hoje já são 150!! Enfim, mãos à obra, vamos começar a juntar para compensar essa barbaridade...

AÇÚCAR


Eis uma boa nova para você que é “cheinha”, ou você que sofre de diabetes ou, ainda, que tem problemas com cáries. O portal boaSaúde informa que começará a ser fabricado no Brasil o FOS (fruto-oligossacarídeo), produzido pela UNICAMP, Universidade de Campinas, que não causa nenhum desses inconvenientes ao usuário que não abre mão de um docinho.

MISTÉRIO DESVENDADO?


Até o século 19, as roupas infantis eram brancas, tanto para meninos quanto para meninas. Os americanos resolveram diferenciar... Porque? Ninguém sabe... Talvez a indústria da confecção, querendo vender mais roupa. Assim, desde então, passamos a usar o padrão azul para meninos e rosa para meninas e, consequentemente, mais despesas, pois não dá mais para legar ao rebento mais novo, homem ou mulher, conforme o caso, as roupas velhas.


ASAS ROTATIVAS


Um acordo com as Forças Armadas, de 1,8 bilhão de euros, vai possibilitar à Helibras a fabricação de 50 helicópteros EC725, além de transferência de tecnologia da Eurocopter, podendo fazer com que o Brasil venha a ocupar o 4º lugar no mundo, atrás apenas da França, Alemanha e Espanha.

domingo, 27 de maio de 2012

A MULHER NA ESCOLA


De acordo com dados do MEC/Inep, o universitário “padrão” é mulher e estuda à noite, e isto vale tanto para o ensino presencial quanto para o à distância. As mulheres “dominam” os cursos das áreas de educação, humanidades e artes, ciências sociais, negócios e direito, saúde e bem estar social e serviços. Já os alunos dos cursos de ciências, matemática e computação, engenharia, produção e construção e agricultura e veterinária são majoritariamente homens. È a mulher ocupando seu legítimo espaço.

sábado, 26 de maio de 2012

À VINGANÇA DE DEUS


Se você está com problemas graves na justiça, que tal contratar o ex-ministro da Justiça, Márcio Thomas Bastos? Criticado por advogar para determinados clientes, como o bicheiro Cachoeira, informa a coluna de Mônica Bergamo, para se justificar, ele cita o advogado americano Edward Williams: "Defendo os clientes da culpa legal. Julgamentos morais eu deixo para a majestosa vingança de Deus". Em tempo: ele cobrou “apenas” R$ 15 milhões para fazer essa defesa.